Páginas

10.1.10

RECANTOS DE CHARME PARA DIAS MAIS OU MENOS

Café do Paço (da Liberdade) e Café do MON

Se o dia está meio barro meio tijolo... vá ao Museu. A exposição de Vick Muniz está no MON até fevereiro (quase tal e qual como exposta no MASP) e os azulejos portugueses também. Encerre a visitação no Café. Com paredes de vidro, o espaço ao lado da bilheteria permite observar o bosque no final de tarde. É, no mínimo, agradável.

FOTO MB: Minha ida ao centro da cidade inclui uma passadinha no oásis de quietude e requinte que é o Café do Paço (da Liberdade).


FOTO MB: Passe antes na biblioteca, que fica no mesmo andar, escolha um livro e rume para o Café. Aproveite para dar uma olhadinha na programação do cinema ou ir ao último andar visitar a exposição da vez. Atualmente, a arte de Arnaldo Antunes preenche as paredes de palavras e idéias que produzem, no mínimo, momentos de diversão. Vale conferir.